terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Pias, uma pérola no Douro

Foto: Pias, concelho de Cinfães +
Localizada na margem esquerda do rio Bestança, afluente do Douro, Pias, concelho de Cinfães, constitui um verdadeiro ex-líbris para os admiradores da arquitectura vernácula duriense. As suas ruas, prenhas de luz, com excelente piso mas inadaptadas ao trânsito automóvel, permitem admirar com toda a segurança o esplendor desta aldeia. Este é um dos poucos locais onde a presença de elementos arquitectónicos dissonantes pouco se faz notar, pelo que se convergissem interesses nesse sentido, um programa de recuperação do povoado menos exigente do ponto de vista financeiro produziria certamente efeitos facilmente visíveis. Veja-se o bom exemplo dos programas de recuperação das “Aldeias Vinhateiras do Douro” ou das “Aldeias de Xisto”, uma mais-valia para os concelhos que integram. Curioso é o facto do património arquitectónico de Pias permanecer no anonimato, fora dos roteiros turísticos, como facilmente se comprova por uma breve pesquisa na Net. Numa faixa de largas dezenas de quilómetros, a região marginal ao rio Douro constitui um hino à construção em tabique, de que uma localidade como Pias poderia ser certamente a capital.
Rafael Carvalho / Fev2009

4 comentários:

Paulo J. Mendes disse...

Depois de ler este texto, e com uma ajuda da fotografia, fiquei com vontade de visitar Pias!!

Rafael Carvalho disse...

O tempo dispendido certamente não seria perdido...
Cumprimentos.

Júlia Galego disse...

Muito belo e estimulante o seu texto, bem como a foto. Dá mesmo vontade de ir já visitar a aldeia.
Cumprimentos.

Rafael Carvalho disse...

Júlia,
quando sentimos o que escrevemos, o texto flui com maior facilidade...
Volte sempre.