sábado, 3 de abril de 2010

Barcos – a aldeia onde sorri o sisudo granito!...

Foto: Barcos, concelho de Tabuaço + Com a presente imagem despeço-me, pelo menos temporariamente, da aldeia de Barcos. Trata-se de uma imagem repleta de cor, em Barcos, aldeia onde sorri o sisudo granito! ... Curioso é o grafismo inscrito na padieira da porta, “1838”, inserido numa despretensiosa moldura. Inscrita em numeração romana, árabe ou mesmo combinando as duas, no Douro é frequente expor-se desta forma, para a posteridade, a data da construção dos edifícios.
Rafael Carvalho / Abr2010

5 comentários:

Júlia disse...

É mesmo muito bonita! E o que se nota da recuperação da casa, mostra que ela foi mesmo esmerada. Gosto muito da porta e a inscrição é primorosa.
Cumprimentos

Rafael Carvalho disse...

Júlia,
obrigado pelo comentário.

circe disse...

até breve! fico á espera. Traga mais coisas bonitas!

AC disse...

e que belo sorriso! esmeradíssima!

AC disse...

lembrei-me... a porta tem uma cor que faz lembrar o vinho. Cumprimentos