sexta-feira, 16 de abril de 2010

Ouro na Pala

Foto: Pala, Baião
+
Seguindo Douro acima, abandonando o Douro Atlântico em direcção ao Mediterrânico, deparamo-nos a dado momento com a Pala, bela povoação Ribeirinha do conselho de Baião. O Douro e as suas águas dominam a paisagem. Por aqui ainda sobrevivem alguns belos exemplares da arquitectura vernácula duriense. Andares em ressalto sobre o R/C, tabiques e mais tabiques, não sei porém durante quanto mais tempo. Como se de uma nuvem ardente se tratasse, também por aqui a globalização niveladora tudo arrasta na frente. O exemplar arquitectónico da imagem é dos mais fascinantes na região. Agrada-me nele a diversidade cromática e os omnipresentes soletos de ardósia. Agrada-me nele a varanda envidraçada, suspensa nos barrotes do soalho do R/C. Encantam-me as escoras metálicas que contribuem para o equilíbrio gravítico. Esta jóia está à venda. Temo pelo seu futuro, quando sei que muitos facilmente deitam o ouro fora trocando-o por pechisbeque.
Rafael Carvalho / Abr2010

4 comentários:

Paulo J. Mendes disse...

Oxalá o pior não se concretize: É dos mais belos exemplares que tem aparecido por aqui.
Bom fim-de-semana!

Rafael Carvalho disse...

Paulo,
se desprezado é belo, imagino o que seria se estivesse recuperado!

Liliana disse...

Uma vez vendida, será deitada abaixo ou renovada, deixando-a irreconhecível. É o que sempre acontece nestes casos.

Rafael Carvalho disse...

Liliana,
é exactamente isso que eu temo...