segunda-feira, 18 de maio de 2009

Arquitectura de Produção - Espigueiro

Foto: Lagares, Penafiel Construções palafitas, os espigueiros, também designados por canastros ou caniços, têm por função secar e armazenar as espigas de milho. Na sua construção é tradicionalmente usada pedra nos pilares e “mós”, madeira no ripado e telha de barro na cobertura. Existem contudo regiões onde na construção dos espigueiros a pedra ou a madeira são usados em exclusividade. O ripado na actualidade é muitas das vezes feito em cimento, sendo mesmo por vezes substituído por tijolo perfurado ou mesmo por uma simples rede. No nosso país os espigueiros existem sobretudo no Norte, prolongando-se a sua distribuição pela vizinha Espanha onde existem na Galiza, Navarra, Astúrias e província de Leão. Na Escandinávia também existem estruturas semelhantes. O ripado - fendas laterais do “corpo” do espigueiro, possibilitam a circulação do ar permitindo dessa forma a mais fácil conservação das espigas. Os pratos ou “mós” com que frequentemente culminam os pilares em que assentam os espigueiros tornam-nos imunes aos ataques dos roedores. Os pilares têm ainda por função isolar o “corpo” do espigueiro do solo húmido e corrupto. Os espigueiros erguem-se normalmente junto das eiras onde o cereal é tratado.
Rafael Carvalho / Mai2009

Sem comentários: