quinta-feira, 21 de maio de 2009

Espigueiro em Cabroelo

Foto: Cabroelo, Penafiel
+ O espigueiro da imagem localiza-se na aldeia de Cabroelo, concelho de Penafiel. De planta quadrada é semelhante a tantos outros ainda em uso na região. Distingue-o contudo o facto de ter sido recentemente construído. As espigas que verifiquei existirem no seu interior demonstram que lhe é dada utilidade, não tendo por isso sido erigido por motivos meramente saudosistas. Na sua construção foram aplicadas dois tipos de rocha: granito nos pilares; ardósia nos pratos e no beiral do telhado. O recurso ao beiral de ardósia é muito comum na região, não só na arquitectura de produção como na de habitação, o que certamente constituirá uma reminiscência do tempo em que na região os telhados eram integralmente construídos neste material. O corpo do espigueiro é inteiramente construído em madeira, sendo a sua cobertura de quatro águas feita com telha Marselha. O espigueiro da imagem ergue-se da eira que lhe serve de apoio. A eira destina-se a estender e malhar o milho. Ao abrigo das intempéries, presa no soalho por debaixo desta construção, existe uma escada suspensa, apenas extraível por mãos humanas quando se pretende aceder ao interior do espigueiro, coisa que os ratos não conseguem fazer.
Rafael Carvalho / Mai2009

2 comentários:

Villager disse...

Sublimes estruturas unicamente Portuguesas, que felizmente aparecem tao bem preservadas.

Rafael Carvalho disse...

Nalgumas regiões do país, poucas, de que o Lindoso é um exemplo, lavrados integralmente em pedra os espigueiros parecem construídos para a eternidade.
Noutras regiões, e o Douro Litoral onde esta fotografia foi captada é uma delas, o recurso à madeira implica frequentes operações de manutenção. Não sei se efectivamente está assegurado o futuro dos espigueiros e, por consequência, da nossa memória colectiva.
+
Volte sempre Villager.
Cumprimentos para o lado de lá do Atlântico.