terça-feira, 8 de janeiro de 2008

A casa e os adágios populares

É de tal modo importante a problemática relacionada com a habitação, que a cultura popular lhe consagra alguns dos seus muitos adágios:
- A casa não importa ser pequena, importa que tenha alegria;
- A casa que não tem gatos tem muitos ratos;
- A casa sem mulher é corpo sem alma;
- Casa amiga, boa casa;
- Casa ao pé de grota ou ribeira, ou ventosa ou ratoeira;
- Casa com curral, paraíso terreal;
- Casa com duas portas é má de guardar;
- Casa de mulher feia não precisa de tramela;
- Casa fechada, casa arruinada;
- Casa nova, vida nova;
- Casa onde entra o sol não entra o médico;
- Casa onde estejas e terra quantas vejas;
- Casa onde eu não caibo, ali mora o diabo;
- Casa sem criancinhas, gaiola sem passarinhos;
- Casa sem filhos é colmeia sem abelhas;
- Casa sem homem nem a candeia dá luz;
- Casa varrida e mulher pentada, parece bem e não custa nada;
- Em casa escura não entra alegria; - Não se começa a casa pelo telhado; - Não se regula o pão pela côdea, nem a casa pela frontaria; - Boa casa, boa brasa; - Da porta para a rua, toda a casa é tua.
Rafael Carvalho / Jan2008

3 comentários:

Maria Lua disse...

Obrigado pela partilha de sábias palavras.
Publicado no meu blogue com a devida referência, espero que não se importe.
:-)

Rafael Carvalho disse...

O meu blogue foi criado pensando precisamente na partilha.
Sinto-me honrado por saber que os meus interesses também são de outros.

色情網站 disse...

a漫卡通
h漫卡通
做愛影片
h漫卡通
裸聊視訊聊天
情色視訊聊天網
免費a片卡通影片
性感白領少婦
h漫卡通a漫卡通